Coincidir com área de trabalho

Ensino superior x Ensino médio, ENEM x Vestibular

2020.08.24 19:15 Meteoric78 Ensino superior x Ensino médio, ENEM x Vestibular

Primeiramente, tenho 16 anos e penso em seguir Ciências da Computação, alguns dos meus hobbies são: videogames, animes, gramática e programação (apenas o básico do básico de HTML/CSS/JavaScript). Atualmente sei ler, escrever e ouvir em inglês e, ler e ouvir uma minúscula parte de japonês. Meus hobbies me influenciaram a consumir mídia nessas linguagens. Já participei de várias OBMEP mas ganhei apenas menção honrosa em todas. Meus (poucos) amigos dizem que sou nerdão inteligente, eu realmente discordo. Pois bem, finalizada a introdução, o tópico que eu gostaria de discutir ainda me é nebuloso, então por favor corrijam quaisquer equívocos e erros.
Eu gostaria de saber suas opiniões sobre as diferenças entre as oportunidades de trabalho para alguém com ensino superior completo e outra com ensino médio completo. Meu pai que é caldeireiro, sempre diz: "Meu filho, estuda, estuda porque a caneta é mais leve que a enxada, eu não estudei e tô aqui me ferrando". Por isso, é de interesse meu e da minha família que eu seja aceito em alguma universidade, e eu conheço apenas 2 métodos para isso: ENEM(gratuito) e Vestibular(pago[?]).
Sobre a diferença de Ensino Superior x Ensino Médio, já escutei muitas vezes palavras que conflituam com as do meu pai, reclamam do tempo e dinheiro gasto no diploma, dizendo que é "inútil", e eu percebi que de fato, algumas pessoas obtém sucesso pelo esforço diário desde a escola, enquanto algumas com diploma permanecem desempregadas. Qual é mais valioso, experiência ou qualificação acadêmica? Isso não quer dizer que "estudar" exclua o "esforço", é possível obter ambos ao mesmo tempo com a força de vontade, porém eu temo que isso eu não tenho o suficiente, ou eu ainda não encontrei. Já observei que eu sou capaz de negligenciar até as coisas que eu gosto, provavelmente por causa de INDISCIPLINA e PREGUIÇA.
Agora, sobre o método de ingressão na faculdade, o vestibular é específico e conteudista, então imagino que por isso seja mais fácil de estudar para ele, se coincidir com meus gostos, porém eu soube que são apenas pra conseguir a vaga, que a faculdade ainda tem que ser paga, não encontrei informação na internet sobre bolsas para vestibulares. Quanto ao ENEM, uma nota boa conquista bolsas para vários tipos de cursos, mas seu conteúdo é vasto, e vai muito além do que eu gosto de estudar. Tendo isso em mente, eu deveria focar na minha área de interesse e estudar para um vestibular, não fazer faculdade e começar a trabalhar desde a adolescência ou considerar que, talvez eu não tenha o luxo de pensar que, eu devo que estudar apenas aquilo que me agrada, ao invés de criar juízo e me esforçar para aprender todo o conteúdo do ENEM, melhorando minhas chances de sucesso?
Ano passado eu tinha problemas com o Ensino Médio, queria parar, achava inútil, porém por fim concluí que esse desconforto juvenil não é nada comparado ao prejuízo que eu teria de não ter "ensino médio completo" no currículo. Acredito que eu nunca terei problemas econômicos graves, mas eu gostaria de ficar feliz com a minha carreira e pagar minhas contas. Com a pandemia eu me desmotivei com a aula online e concluí que trabalhar remotamente não é pra mim, pensei "eu preciso de algum ambiente restritivo para eu me concentrar no meu trabalho, para compensar a minha indisciplina" mas eu realmente não sei mais.
Obrigado pela atenção, por favor me indiquem um subreddit melhor para essa questão, se houver.
submitted by Meteoric78 to brasil [link] [comments]


2019.12.05 03:37 RyanWolfPC Como estagiar?

Olá, bem vindo ao passo a passo do processo de Estágio UTFPR-Curitiba.
O que você precisa saber?
O estágio deve ser realizado em empresas do ramo, ele é obrigatório para sua graduação, serve de complemento, experiência e aprendizado para o aluno.
A partir do 2º período você pode iniciar um estágio não obrigatório, que é desenvolvido como atividade opcional, acrescido à carga horária regular e obrigatória.
Há também o estágio obrigatório, cuja carga horária é requisito para aprovação e obtenção do diploma. Este pode ser realizado a partir do período determinado pela matriz do seu curso. Atualmente (2019), os alunos de Tecnologia em Design Gráfico podem começar a partir do 4º período, tendo que cumprir 400 horas.
Você pode encontrar a matriz atualizada neste site.
O departamento responsável por estágios na UTFPR é o DIEEM, lá você encontrará todo o auxílio necessário, regulamentação e documentação para estágios. Ele fica localizado na sede centro da UTFPR.
Telefone: (41) 3310-4563 (41) 3310-4564 (41) 3310-4565 (41) 3310-4567
Chat: facebook.com/dieemct

Como iniciar?

Primeiramente, cadastre-se no site https://estagio.utfpr.edu.br
Se ainda não encontrou um local para estagiar, você pode encontrar vagas no próprio site de estágios da UTFPR, no CIEE, no IEL, no NUBE ou outros sites de vagas.
DICA: Encontrar uma vaga de estágio que esteja no próprio site da UTFPR facilitará sua vida no quesito documentação, pois se a vaga está lá, é porque a empresa já é cadastrada na instituição.

Se você você já tem uma empresa de interesse, verifique se ela está cadastrada no site de estágios da UTFPR. Caso não esteja, entre em contato com o DIEEM para saber como proceder.
Após validar a empresa com a instituição, procure um professor orientador de estágio, pode ser qualquer professor do DADIN.

Documentação

Após a liberação do Contrato assinado pelo DIEEM, o aluno deve entregar uma cópia desses documentos no DADIN (nos horários de atendimento de estágio):
NÃO ESQUEÇA DO CARIMBO DA EMPRESA. Muito alunos acabam tendo o trabalho de ir várias vezes até a empresa e faculdade porque faltou algo na documentação, e é muito comum o seu supervisor de estágio somente assinar e não carimbar. Sem carimbo o documento não será aceito. Caso seu supervisor não tenha carimbo, ele poderá usar um da própria empresa. Seu professor orientador de estágio também precisa carimbar, se ele não tiver um carimbo próprio, poderá usar um do DADIN.
CUIDE COM O TEMPO. Agilize o máximo o possível, confira de antemão os horários em que o PRAE DADIN atende aos alunos, os horários costumam variar semestralmente e ficam atualizados no próprio DADIN e no site http://estagiodadin.blogspot.com .
ADITIVOS: Um termo aditivo é uma renovação do contrato. Para qualquer mudança no seu estágio (mudança de horário, mudança de bolsa, de data, modalidade, etc) o termo aditivo deve ser realizado no máximo até 10 dias antes do fim do contrato.
DICA: Evite fazer contratos no final do ano, pois pela dificuldade de encontrar os professores para conseguir assinatura, você pode não conseguir entregar a documentação no prazo.

Estágio não obrigatório

Você poderá estagiar em uma mesma empresa no máximo por 2 anos, e a cada 6 meses você deverá preencher as fichas de avaliação de estágio, elas devem ser postadas no sistema do DIEEM pelo PROFESSOR ORIENTADOR e depois entregues pelo aluno no DADIN, nos horários de atendimento de estágio.
Relatório de Acompanhamento de Estágio ALUNO
O aluno deve preencher este relatório e ter a anuência do orientador.

Relatório de Acompanhamento de Estágio SUPERVISOR
O Supervisor deve preencher este relatório e ter a anuência do aluno.

Estágio obrigatório

Entregue ao Orientador o Relatório Final de Estágio e as avaliações de acompanhamento, com sua assinatura e do Supervisor na em- presa. Também é necessário providenciar a inscrição de defesa junto ao Orientador ou ao PRAE.
Fichas de avaliação que devem ser entregues na inscrição do seminário:
Relatório de Acompanhamento de Estágio PROFESSOR ORIENTADOR

O acompanhamento direto deve ser utilizado para os estágios curriculares obrigatórios (Art. 49).
Relatório de Acompanhamento de Estágio ALUNO

O aluno deve preencher este relatório e ter a anuência do orientador.
Relatório de Acompanhamento de Estágio SUPERVISOR

O Supervisor deve preencher este relatório e ter a anuência do aluno.
Ficha de Avaliação do estágio SUPERVISOR

O Supervisor deve preencher este relatório com a nota do estágio e ter a anuência do aluno.
Ficha de Avaliação do Estágio ORIENTADOR

O Orientador deve preencher este relatório com a nota do estágio e ter a anuência do aluno.
O relatório deve ser em formato de revista, seguindo as diretrizes do DADIN:
FORMATO REVISTA DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO
Template do Indesign. Respeitar formatação indicada.
Formato Revista Relatório de Estágio Curricular Obrigatório

No arquivo abaixo aparecem algumas instruções para o conteúdo do seu relatório.
PDF com algumas instruções de conteúdo
No cabeçalho inicial indicar:
Seu nome completo
Curso:
Nome da empresa: Fantasia (Razão Social)
Modalidade

  1. Na primeira página, foto da empresa, marca (logotipo e símbolo), descrição do local de trabalho,...
  2. Depois explicar as atividades realizadas (no máximo 8 páginas), focando os processos para a realização das atividades (softwares, tempo para realização, apresentação para cliente, formas de geração de alternativas, entre outras tarefas para conseguir finalizar um projeto). Explicar rapidamente pelo menos 4 projetos (podendo incluir outros projetos, preferencialmente que tenham a intervenção direta do aluno).
  3. Conclusões e Recomendações, contendo análise das dificuldades, pontos positivos e negativos do estágio, desenvolvimento pessoal e profissional, proximidades com as áreas do curso, sugestões de melhorias para o curso, conclusões.
  4. Mini Currículo com foto bacana sem manipulação ou filtros.
  5. Referências

Demais informações

Todas as empresas precisam ter cadastro no sistema.
O estágio só valerá com o Termo de Compromisso e o Plano de Estágio assinados e carimbados. Nunca deixe seus documentos em escaninho de professores, evitando assim assinaturas em atraso e/ou extravios.
A carga horária limite é de 30h semanais e no máximo 6h diárias. O horário de estágio não poderá coincidir com os horários das aulas em que estiver matriculado.
Você pode fazer estágio em qualquer período do dia, ,desde que o horário não conflite com as disciplinas em que estiver matriculado.
Você deve estar assegurado contra acidentes pessoais durante o estágio. O Seguro contra Acidentes Pessoais é obrigatório por lei e deve estar mencionado no Termo de Compromisso (contrato). Para estágio não obrigatório, o seguro será de responsabilidade da Unidade Concedente de Estágio. Já para estágio obrigatório, a responsabilidade é da Instituição de Ensino.
Iniciação científica, trabalho com carteira assinada (condição empregado), trabalho como autônomo e até mesmo a situação de empresário-MEI podem ser validadeos como estágio, desde que seja comunicada e aprovada pelo PRAE com, no máximo, 30 dias depois do seu início.
Para rescindir o meu Termo de Compromisso de Estágio, avise a empresa que emitirá 3 vias da rescisão, que devem ser encaminhadas à DIEEM.
O estágio realizado antes do período determinado no projeto do curso não poderá ser validado como Obrigatório. Assim como não é possível continuar estagiando após o término do curso.
O estágio é regido pela Lei 11.788/08, de 25 de setembro de 2008, que dispõe sobre estágios de estudantes e regulamento dos estágios dos Cursos de Educação Profissional e Técnica de Nível Médio e Ensino Superior da UTFPR.

Você também encontrará mais informações nos seguintes sites:
estagio.utfpr.edu.br
http://estagiodadin.blogspot.com
http://dadin.ct.utfpr.edu.br
E se tiver alguma dúvida, entre em contato com o Professor Responsável pela Atividade de Estágio ou com o DIEEM.
submitted by RyanWolfPC to dadin [link] [comments]


2018.02.23 23:42 soldadeiro Carreira como soldador - Experiências / Dicas ?

Estou numa fase da vida em que preciso de me orientar profissionalmente.
Em adolescente gostava bastante de informática. Terminei o secundário aos 17 com um curso profissional. Esperava e gostava de começar no mercado de trabalho em algo relacionado com administração de redes.
Tive o azar da minha "entrada" coincidir com o pico da "crise". Na altura os números oficiais de desemprego estavam nos 15%. como tal facilitei e arranjei um emprego não qualificado e precário sob o salário mínimo. Emprego onde fiquei "a dormir" até ao ano passado.
Entretanto acordei para a vida e decidi começar o caminho para uma carreira com um mínimo de futuro. Apercebi-me ao ver uma oferta para estágio de administrador de sistemas que o meu amor pela área morreu.
Dentro das áreas que agora procuro, a soldadura destacou-se com salários óptimos e futuro quase garantido.
Há uns meses vi este tópico e contatei a empresa, mas segundo a última informação que tenho os RH ainda hoje devem estar a analisar o meu CV.
Pela minha pesquisa os cursos mais completos são do ISQ que no entanto são imensamente caros (1400€ pela "base" de 150h). O IEFP tem ofertas de formação que também parecem bastante completas no papel, mas são bastante longas e ainda faltam 4 meses até abrir um curso relativamente perto de mim (60km). Como alternativa posso tentar candidatar-me como operário indiferenciado a empresas de metalomecânica e ir aprendendo por osmose.
Estou a ver bem a situação ou escapa-me algo? Alguém tem experiência na área me recomenda algum caminho?
submitted by soldadeiro to portugal [link] [comments]